Rua Domingos Façanha, 107 - Centro, Maranguape - Ceará | Fone: (85) 3341.0512

Paróquia Nossa Senhora da Penha

Maranguape - Ceará

(Rumo aos 169 anos de evangelização em nossa cidade)

18ª semana do tempo comum – sábado

sábado, 11 de agosto de 2018

Primeira leitura (II Coríntios 4: 6-10, 16-18)

6 Pois o mesmo Deus que disse: “Que a luz resplandeça nas trevas”, fez brilhar a luz em nossos corações, para irradiar o conhecimento da glória de Deus que está na face de Cristo. 7 Mas nós carregamos este tesouro em potes de barro de modo que parece que uma força tão extraordinária pertence a Deus e não a nós. 8 Incomodado em tudo, mas não esmagado; perplexo, mas não desesperado; 9 perseguidos, mas não abandonados; derrubado, mas não aniquilado. 10 Nós sempre carregamos em nossos corpos a morte de Jesus, para que a vida de Jesus também se manifeste em nosso corpo. 16É por isso que não desanimamos. Mesmo quando o homem exterior está desmoronando, o homem interior é renovado de um dia para o outro. 17 De fato, a ligeira tribulação de um momento produz para nós, acima de tudo, um fluxo intenso de glória eterna, 18para aqueles que não fixam os olhos nas coisas visíveis, mas nos invisíveis; porque as coisas visíveis são passageiras, mas as invisíveis são eternas.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Responsório (Sal 9.8-9.10-11.12-13)

– Não abandone, Senhor, aqueles que o procuram

– Não abandone, Senhor, aqueles que o procuram

– Deus está sentado para sempre no trono que ele colocou para julgar. Ele julgará o orbe com justiça e governará as nações com justiça.

– Ele será um refúgio para os oprimidos, seu refúgio em momentos de perigo. Aqueles que conhecem seu nome confiarão em você, porque você não abandona aqueles que o procuram.

Tañed em honra do cavalheiro, que reside em Sion; narrar suas ações para os povos; ele vem o sangue, ele se lembra e não esquece os gritos dos humildes.

Evangelho (João 15: 4-10)

– O Senhor esteja com você.

– E com o seu espírito.

– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + de acordo com São João. 

– Glória a você, Senhor.

4 Permanece em mim, como eu em ti. Assim como o ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira; nem você, se você não permanecer em mim. 5 eu sou a videira; você os ramos. Aquele que permanece em mim e eu nele, ele dá muito fruto; porque além de mim você não pode fazer nada. 6 Se alguém não permanece em mim, é lançado fora, como um ramo, e seca; então eles os pegam, jogam no fogo e queimam. 7 Se permaneceres em mim e as minhas palavras permanecerem em ti, pergunta o que quiseres e receberás. 8 A glória de meu Pai é que você produz muito fruto e seja meu discípulo. 9 Como o Pai me amou, eu também te amei; permaneça no meu amor. 10 Se guardares os meus mandamentos, permanecerás no meu amor, pois eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor.

Palavra de Salvação.

– Glória a você, Senhor.